Pesquisar
Calendário

Festas

Alem das festas Juninas e do carnaval, onde a comunidade recebe inúmeros turistas, outra festividade que se destaca é a festa do Robalo, cuja principal atração é um campeonato de pesca, onde os mais afortunados conseguem fisgar grandes robalos, esta atração que ainda conta com shows regionais é promovida pelos Pescadores Amadores de Linhares.

A Folia de Reis

Originalmente portuguesa, a festa religiosa de Folia de Reis foi comemorada pela primeira vez em 1960 em Povoação, graças a um grupo de moradores vindo de localidades próximas. A festa começa no dia 3 de janeiro e termina no dia 3 de fevereiro. O auge dos festejos ocorre no dia 6 de janeiro, quando é celebrado o Dia de Santo Reis.

Durante o período, pessoas vestidas com trajes típicos visitam as residências da comunidade e levam a mensagem da chegada de Jesus Cristo. Em 2006, o senhor Oswaldo, o seu Vavá, passou para a senhora Juraci da Costa Mendonça, dona Mozinha, o comando da Folia de Reis. Essa importante manifestação religiosa e cultural acontece até os dias de hoje em Povoação.

Bandas de Congo

As primeiras bandas de Congo, que são conjuntos musicais típicos das regiões litorâneas capixabas, surgiram no Estado em 1855. Elas se apresentam em festas religiosas regionais, normalmente em homenagem a São Benedito, São Pedro, São Sebastião e Nossa Senhora da Penha.

Os grupos têm como integrantes pessoas simples. Utilizando pau oco, barricas, taquaras, peles de animais, folhas-de-flandres e ferro torcido, eles fabricam instrumentos rudes, como tambores, cuícas, caixas, chocalhos, triângulos, pandeiros e casacas, um tipo de reco-reco esculpido em forma de animais ou pessoas.

A primeira banda de Povoação, denominada Tambor de São Benedito, surgiu em 1930 (Na década de 30, não em 1930). O fundador, Vicente Sabino, que era descendente de africanos, confeccionou dois tambores e dois ganzás, dando início à banda. Nas apresentações, Vicente e os outros componentes do grupo reuniam moradores da comunidade e de localidades vizinhas.